About Me

quarta-feira, 23 de abril de 2014

Uso do CPM em PO de Fratura de Fêmur

Uso do aparelho CPM em pós operatório de fratura bilateral de fêmur. Paciente apresentava 0º de flexão de joelhos quando iniciou o tratamento.

2 comentários:

  1. Olá,
    Não sei se vai ver a mensagem ou responder....você é fisioterapeuta?
    É que tenho uma dúvida ...
    Eu torci o pé e rompeu dois ligamentos, foi no tornozelo direito, então fiz 10 sessões de fisioterapia e parei por que precisei viajar, depois voltei e fiz mais 8, dai então procurei outro médico e fiz mais 20 sessões de fisioterapia em outro local e meu pé melhorou e dai o médico me disse que não precisaria de mais fisioterapia no momento e disse que preciso perder peso para o pé ficar bom.
    Pois bem, assim que parei a fisioterapia meu pé voltou a doer bastante e estou preocupada, não sei se devo fazer mais fisioterapia e nem atá quando teria que fazer para o pé ficar bom, só sei que estou esgotada de tanta fisioterapia e dor no pé, eu queria uma solução definitiva, não sei mais quem procurar, já passei por mais de 4 médicos e o pé continua a doer, não quero operar pois moro em sobrado com escada e seria horrível demais.
    Pode me dar uma luz? é normal o pé doer quando para a fisioterapia? acha que emagrecendo e fazendo exercicio a dor vai embora?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, primeiro obrigada pelo comentário e segundo desculpe a demora. Não é normal doer tanto assim. Como vocÊ rompeu ligamentos, a fisioterapia não tem como interceder de forma que nunca mais precise ir ao médico, por exemplo. O objetivo é a diminuição da dor e fortalecimento para que haja maior estabilidade da articulação, porém, toda vez que você parar de fazer fisio, esse fortalecimento se perderá, vc vai precisar sempre estar fazendo exercícios para suprir as funções dos ligamentos, mas é paliativo. Se a indicação é cirurgica, é melhor que a faça antes que o problema fique maior.
      Grata.

      Excluir